Cartas para o Martin - 1 ano


Um ano é relativo. Pouco pra quem pensa numa vida inteira; muito pra quem pensa em cada instante.


Pois hoje, meu filho, pra mim um ano é passado, presente e futuro.


Um ano é descobrir que todo pai é saudoso e até um pouco mágico. Não conheço um que não consiga se teletransportar e descrever lembranças como se tivesse acabado de vivê-las.


Em pouco tempo já tenho várias, mas hoje é dia de falar de uma especial. Esse dia, 26 de janeiro, tem cheiro, meu filho. E música. Lembro com perfeição cada minuto de 365 dias atrás. O aroma da sala de parto e a voz embargada da sua mãe cantando pra você (veja bem, ela é profissional. Eu já a vi fazendo serenata num restaurante lotado com maestria – a voz nem tremia. Mas nesse dia, enquanto ouvíamos seu coração bater depois de horas de muito esforço pra nascer, sei que ela lutava pra manter a força da voz que me encantou desde o nosso primeiro encontro).


Já eram mais de 10 horas de trabalho de parto, e finalmente ela tinha conseguido relaxar um pouco. Sentei na cama, nos olhamos e começamos a cantar os versos feitos pelo seu tio: “Vem meu filho, vem pro mundo, vem viver cada segundo...”.


Que cena, meu filho.


Minutos depois você estava em minhas mãos. Dias depois, estávamos em casa te apresentando pra sua irmã, Tinha. Meses depois ela virou “Tita” e já estávamos nos encantando com suas evoluções no berçário (ok, não podemos nos esquecer das gripes...). E agora aqui estamos vendo você dar seus primeiros passos.


O que quero te dizer é que, tão pouco tempo depois, estamos aqui comemorando seu primeiro ano. A comprovação de toda a magia do processo que hoje nos faz uma família. A realização de um sonho que me faz ser um homem melhor a cada dia.


Eu tento não ansiar pelas próximas descobertas, mas confesso que bate aquele frio na barriga. Será que essa fase tão gostosa vai passar? Que você vai manter pra sempre essa animação e esse espírito de quem sabe sentir o melhor gosto do que a vida nos oferece? Será que você vai parar de ser o bebê generoso que oferece biscoito pra todo mundo pra ser aquele bebê que pega os brinquedos gritando “é meu!”?


Não sei, meu filho, mas também não estou preocupado. Sigo cada dia mais grato e feliz por ter você do nosso lado aprendendo tanta coisa – ou melhor, ensinando tanta coisa.


Obrigado por nos escolher, e por ter vindo realizar justo o meu sonho. Feliz aniversário.


<3




#paiinfluenciador #maternidade #paternidade #paidemenino #1ano #aniversário