3 meses: já posso imitar o Bebeto?


Deu positivo!

E agora? Ligamos pra mãe, compramos outro exame pra confirmar ou vamos direto para o hospital pedir um exame de sangue? Passada a grande emoção do momento, o abrir dos olhos da manhã seguinte é matador: já posso sair gritando pro mundo que vou ser pai? Onde aperto o botão de ter certeza de que não foi um sonho?




Dizem por aí que se deve esperar pelo menos três meses pra sair contando. Esse é um período primordial para o desenvolvimento do feto, e o mais sensato parece ser anunciar só depois disso. O problema é que, salvo exceções, a primeira sensação é de ansiedade pura pra poder contar no encontro da família, no almoço de trabalho ou no bar com os amigos (três meses pra poder brindar uma notícia dessa é realmente um pouco demais). Acontece que ao mesmo tempo somos os primeiros e maiores interessados em ter certeza que está tudo bem pra poder sair espalhando a notícia por aí.

Como conciliar essa euforia toda com a consciência de ser precavido e ter certeza que está tudo bem?

No meio do caminho, lá pro segundo mês de gestação da Ana Julia, discutia esse assunto com o Vinicius, um grande amigo que acabara de ser pai e me repassou um conselho que recebeu: "Se acontecer alguma coisa com o bebê (pausa pra bater na madeira) é melhor ter dividido tudo pelo menos com as pessoas mais próximas do que o casal ficar sofrendo sozinho em silêncio." Concordei. E confirmei o que já sabia: é sempre melhor ter os que a gente ama por perto, porque no final são essas pessoas que nos acompanham nos bons e maus momentos. Minha opinião é que acaba sendo fácil saber pra quem contar ou pra quem esperar um pouco mais. Tornam-se normais os pedidos de "oh, ainda é meio segredo, então se puder dar uma segurada melhor". Principalmente quando você se vê tentando achar um meio termo entre querer contar pessoalmente pra todo mundo de uma maneira especial, ou simplesmente postar no Facebook pra já gritar por aí sem precisar abrir a boca. Eu fui um desses. Quis marcar inúmeros jantares e bares pra contar para os amigos, pedia pra minha mãe excluir marcações em posts de "ideias para o quarto do seu bebê" (sorry, mama!) e quando fui ver já tinha um meninão do tamanho de uma banana, de mais de 20 semanas, e ainda tinha um monte de amigo que nem sonhava com a novidade.


Moral da história: vale a pena se esforçar pra fazer da notícia um motivo mais que especial pra surpresas e reencontros emocionados com os velhos amigos? Sim, vale muito. Mas corra! O clichê do “passa rápido” é mais que verdadeiro. A barriga cresce rápido demais, e nem sempre a rotina nos dá aberturas para tantos jantares e brindes.

Quer uma maneira melhor pra contar pra todo mundo que anunciar um blog já convidando pra acompanhar todas essas histórias por aqui? Eu não achei ;)




#pai #sonheiserpai #sonho #sonhodeserpai #paidemenino #paternidade #paidemenina #ansiedadedeserpai #descobriquevouserpai #paieagora